Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Metade de mim

Metade de mim

13
Dez16

Cuidados continuados

Eu

Passaram-se então três meses desde que tiveste o AVC.

 

Foste para os cuidados continuados a 5/7.

 

Sitio novo, gente nova.

 

Sempre que mudavas de sitio, via-se o pânico nos teus olhos, por não entenderes o que se estava a passar.

 

A ida para os continuados foi mais pacifica, até porque fiquei o dia todo contigo.

 

Ligaste-me a dizer que ias sair do hospital e eu fui logo para aquela que seria a tua nova casa durante mais três meses.

 

Quando chegaste, vinhas bem disposto, numa cadeira de rodas, agarrado ao caderno que te tinha comprado para treinares a escrita - que ainda hoje guardo - e à bolsa com os artigos de higiene.

 

A roupa vinha em sacos, quem a levou foi um dos senhores que te trouxeram.

 

Após a primeira triagem de enfermagem com indicação das normas de visita e a vinda da médica para também te avaliar, ficamos ali. Tu na cama, eu sentada numa cadeira.

 

Tinhas dois colegas de quarto.

 

Disseram-nos que irias fazer fisioterapia, terapia da fala e terapia ocupacional.

 

Começaste a fazer tudo passado três dias e a tua motivação era inspiradora.

 

No último mês, começaste também a fazer terapia cognitiva diariamente (já fazias um bocadinho desse trabalho com o rapaz da acção social, mas acharam que terias que fazer mais a sério).

 

A tua vida durante três meses, foi essa, sem nunca reclamares, mas sempre a contar os dias de volta a casa.

 

Na reunião de saída, três meses depois (3/10), disseram-te que não poderias voltar à tua profissão, nunca mais.

 

Que não valeria a pena continuares a fazer fisioterapia, pois já tinhas evoluido o que era possivel (ficaste com um défice a nivel de perna e braço, mas estavas autónomo) mas que seria conveniente continuares com as restantes terapias.

 

A nivel de segurança social, eles não tinham acordo, mas optei por fazer mais um esforço e sabendo que não eras apologista de mudanças e muito mais no teu estado, acabaste por ficar no mesmo sitio, a fazer as terapias diárias a nivel particular.

 

Mas isso já é uma nova fase.

 

Saiste a 3/10, bem disposto, feliz, a falar com toda a gente e passados seis meses, ias regressar novamente a casa!

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D